Me Blogando

Para minha tristeza, a alegria da criançada…

Ontém foi dia de show em São Paulo. E, mais uma vez, de gente que eu não admiro. O rapper que não faz sucesso com rap Sean Kingston, má influência musical ídolo das crianças e adolescentes que ainda não sabem o que querem da vida, se apresentou no Via Funchal para 4.000 pessoas (que se juntar todas não da 2.000).
Ele cantou suas canções esquisitas com seu sotaque estranho e as crianças adoraram.
Ninguém pediu, mas eu vou dar a minha opinião:
Criança gosta de tudo que é porcaria. Criança gosta do Créu, gosta do NX Zero, e gosta do Sean Kingston. Perceba o naipe dos gostos infantis atuais.

O Sean Kingston é um garoto também, está começando, mas eu diria que ele começou do jeito errado do ponto de vista moral, mas começou do jeito certo do ponto de vista comercial. Ele faz seu marketing, ele promove sua música e canta (não sei se cabe esse verbo nessa situação, mas…) o que o seu público quer ouvir, mesmo que a maioria, pelo menos dos brasileiros, não entenda patavinas do que ele fala. Aliás, ele e o Scooby-Doo falando inglês, para mim é a mesma coisa.

Mas do ponto de vista moral, ele  caga e senta em cima. Quer uma prova? Ele está dando um show para 4.000  pessoas,  a maioria crianças e adolescentes,  e diz que está a procura de uma garota para passar a noite, obviamente instigando no seu público algo que não é compatível com a idade de boa parte dele.
Ele que vá passar a noite com a senhora mãe dele, que diga-se de passagem, foi presa quando ele tinha 10 anos (belo exemplo). Se eu estivesse lá eu tiraria o sapato e, com precisão cirúrgica, faria um lançamento e acertaria a quina da sola no meio da testa dele. Maus exemplos desse tipo as crianças já tem vários na TV, não precisam de mais um. Mentira, eu não faria isso. Se eu estivesse lá, estaria com mãos e pés amarrados.

Bem, o fato se resume à: Sean Kingston é um lixo, assim com a sua música e seus exemplos.
E digo que caberia dizer a ele uma frase que eu adoro, e que acho muito pertinente ser dita para pseudo-artistas: “Silence!!! I kill you!!!” – Achmed

Anúncios

quinta-feira, 20 março 2008 - Posted by | Geral

1 Comentário »

  1. Felipe, tem muita porcaria por aí, mas também muitos pais sem base moral ou educacional para não dizer ignorantes. Até uma certa idade, são eles que passam as informações para os filhos e ajudam nas escolhas das companhias.
    Se fico pensando muito, não vejo muita saída para esse país!
    Feliz páscoa!!

    Comentário por Luma | sábado, 22 março 2008


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: